Sábado
20 de Outubro de 2018 - 

Notícias

Newsletter

Kathia Norberto Mattos: Diretora-suplente da CAAB

O Direito na vida da advogada e atual diretora-suplente da Caixa de Assistência dos Advogados do Estado da Bahia (CAA-BA), Kathia Norberto Mattos, não surgiu como uma predestinação da infância, ou possibilidade de uma carreira bem sucedida financeiramente. Os motivos que a levaram escolher essa honrosa profissão são mais de caráter humano e menos de ordem material. Para Kathia Mattos, a advocacia é uma válvula que dá vazão a sua vocação natural de ajudar o outro. Ela não tem vergonha em dizer que prestes a ter que escolher uma profissão não tinha ideia do que queria fazer da vida. “Há pessoas que sempre souberam o que queria. Eu, por outro lado, nunca soube. Mas hoje me sinto completamente realizada no que faço”, disse. A sua personalidade complementa a do marido e também advogado Marcos Melo, com o qual pide a vida e o escritório MELO & MATOS. Tendo como integrantes da equipe do escritório os advogados Mauricio Fernandes (Criminal e Administrativo) e Jonata William (Criminal,Cível e Juizados). Enquanto o Dr. Marcos Melo, que desde muito cedo se encontrou no lugar de advogado, cuida da advocacia criminal, a Drª Kathia se dedica a parte trabalhista. “Identifiquei meu papel social dentro da advocacia e no Direito do Trabalho. A maturidade me trouxe uma percepção que não tinha quando jovem”. Na infância e juventude, vivida boa parte nas cidades de Vitória da Conquista, onde nasceu, e Nova Canaã, Kathia Norberto Mattos compartilhou momentos de alegria, mas também de incertezas com os pais, Jovan Viera Matos e Abigail Norberto Matos, e os seis irmãos, Jovan Vieira Matos Jr, Yneise Norebrto Matos, Leovegildo Norberto matos, Mauricio Norberto Matos, Elton Norberto matos e Reynnaldo Norberto Matos. Ela é sexta de sete filhos. Em busca de melhores oportunidades de estudo, a família progressivamente veio migrando para Salvador. Primeiro os quatro irmãos mais velhos foram morar num pensionato, mas não se adaptaram. “Minha mãe veio em seguida, alugou um apartamento e foi morar com os filhos mais velhos. Meu pai era empresário rural e político no interior o que impossibilitou a vinda dele naquele momento. Depois, a família mudou para um apartamento maior dessa vez já com todos os filhos”, relembrou. Com o passar do tempo, o olhar da advogada para o ser humano e as situações que o envolve vem se tornando cada vez mais aguçado. Hoje ela é uma entusiasta do autoconhecimento, da saúde social e existencial e, não por acaso, seus caminhos profissionais e institucionais a conduziram para atividades de cunho humanitário. Atualmente Kathia Matos concilia o trabalho no escritório com o cargo de advogada na Santa Casa da Bahia, onde presta assessoria jurídica há 11 anos, em centros como a Fundação Lar Harmonia e Convida, além da CAA-BA. No braço assistencial do Sistema OAB, ela cuida justamente daquilo que mais a encanta: as pessoas. “Eu lido com os funcionários, a parte de acolhimento, pisão de atribuições e isso tem tudo a ver com o trabalho que faço na área trabalhista. Esse viés social é muito presente em mim. Gosto muito desse trabalho”. A sua chegada a OAB-BA veio com um convite do presidente seccional, Luiz Viana Queiroz, e do presidente da Caixa de Assistência, Luiz Coutinho. Honrada com a lembrança dos gestores, se colocou à disposição para exercer o papel e contribuir com a classe. “Fui convidada para servir a OAB e é muito bom trabalhar sob a direção do presidente Luiz Coutinho, ele é um líder nato, um realizador”, descreve. Seu ingresso na CAA-BA ocorreu num momento de bastante trabalho e dedicação aos advogados e advogadas do estado. Na atual gestão houve ampliação dos serviços já existentes e criação de novas ações, sempre visando o bem-estar do operador do Direito. O olhar atento e a inquietação de Kathia Matos em buscar algo novo fizeram com que ela, novamente, enxergasse além. Assim, viabilizou na Caixa de Assistência o projeto Escolha a Calma, fruto da vivência da advogada na organização Brahma Kumaris, movimento mundial que busca uma ligação com o espiritual. “Esse projeto me chamou atenção justamente por eu ser uma pessoa agitada”. Ela explica que a ação trabalha valores que estão dentro de cada um, coisas simples que melhoram a relação com o si mesmo e com o mundo a nosso redor. Escolhendo a calma, Kathia Matos tem levado um contraponto fundamental aos colaboradores da Caixa de Assistência. As vivências têm mostrado a quem delas participa que é possível viver e conviver de forma mais pacífica. Basta estar em paz consigo mesmo. “Estamos vendo que as pessoas estão se relacionando de forma muito estressada, beligerante, agressiva. Porque quando a gente não está bem com a gente, não nos relacionamos bem com o outro. Quando interiormente estamos tranquilos, a gente se relaciona melhor. E precisamos muito deste equilíbrio no exercício da advocacia". A emoção transparece nos olhos de Kathia Mattos ao falar do retorno que vem tendo dos colaboradores da CAA-BA com essa iniciativa, cuja finalidade é encontrar a paz. Para ela, não há recompensa maior do que estimular os colegas de classe e instituição a se tornarem pessoas melhores, buscando o autoconhecimento, estabelecendo melhores relações interpessoais e trazendo mais justiça e humanidade para a sociedade. Com esse sentimento de transformação pessoal e de equilíbrio no exercício da advocacia, ela enfatiza a necessidade de cada um que passar pelo sistema OAB dar o seu melhor, preservar, cuidar, sem se achar superior à própria Instituição. Afinal, a OAB é de todos os advogados. “A Diretoria está passando, mas a Casa dos Advogados fica, a CAA-BA fica, a OAB fica e a história está aí. A OAB é de todos, e devemos ter consciência de que tudo que está aqui deve ser preservado e melhorado", afirma. E conclui relembrando um sábio conselho materno: “Devemos nos preocupar em cuidar muito mais das coisas dos outros, do que das nossas". Mulheres da OAB-BAEm reconhecimento à participação feminina nos trabalhos da OAB-BA, a seccional deu início a uma série de reportagens especiais contando um pouco da trajetória de vida de algumas dessas mulheres que integram a Diretoria Executiva, o Conselho Seccional, CAAB, Escola Superior de Advocacia e as persas Comissões da Ordem. A cada semana, será publicado um perfil contando a história e a trajetória profissional dessas advogadas que têm se dedicado à luta em defesa do Direito, algo indispensável para a expansão da Justiça na sociedade. Leia os textos já publicadosAna Patrícia Dantas Leão: primeira vice-presidente da história da OAB-BADaniela de Andrade Borges: A Diretora TesoureiraIlana Campos: A Conselheira FederalDora Marcia Zalcbergas: A Presidente da Comissão do IdosoLia Barroso: Presidente da Comissão de Proteção aos Direitos da MulherAndrea Marques: Presidente da Comissão da Mulher AdvogadaThaís Bandeira: Diretora da Escola Superior de AdvocaciaIsabela Bandeira: Conselheira e Presidente da Comissão de SeleçãoSarah Barros Galvão: Vice-presidente do Conselho Jovem da OAB-BAMaíra Vida: Presidente da Comissão Especial de Combate à Intolerância ReligiosaRoberta Casali: Vice-presidente da Comissão de Meio AmbienteTamíride Monteiro Leite: Presidente da Comissão de Informática Jurídica
31/05/2018 (00:00)
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.